Terno Do Zé Lyrics

Gangrena Gasosa
Fodido, desempregado
Não saia do boteco
Namorava uma gatinha
Descobriu que era traveco

Quando abria a geladeira
O perrengue era pior
Que casa de passarinho
Só com água e jiló

Tá enrabado na vida
Não tinha porra nenhuma
Que se foda a merda toda
Vai apelar para macumba

Parei de roer o osso, hoje eu eu como costela
Como rainha de samba e até atriz de novela

Todo o dia uma mulher, tem descanso programado
Quando tomo umas erva, agora eu to legal
Te domina como um dia do cão
Anos de trabalho com a mina no meu pé
Tenho uma faca no trabalho quem me deu foi minha mulher
Tô devendo uma cachaça, terno branco do Seu Zé

Cuidado
Cuidado
Cuidado
Cuidado
Que o santo vai te cobrar

Cuidado
Cuidado
Cuidado
Cuidado
Que o santo vai te cobrar